Connect with us

Roteadores

TP-Link wifi

Published

on

Da mesma maneira que foi uma das primeiras com relação à banda larga, a companhia TP-Link também é uma das mais expressivas com relação ao wi-fi: os seus roteadores apresentam muitos tipos de alcance e configurações específicas para os usuários domésticos e para quando se precisa de rede privada.

Todavia, tudo o que os seus roteadores disponibilizam só é visto quando esses aparelhos em questão passam pela configuração.

O sistema “TP-Link wifi” é configurável por um login e os internautas vão utilizar o http://tplinklogin.net, que será exatamente onde eles se registrarão. Basta que se escreva essa plataforma própria no navegador para que ela traga para os usuários o painel de configuração e eles possam alterá-lo.

Destaca-se que a configuração tem duas razões e uma delas é deixar o roteador habilitado: a companhia de Internet vai fornecer o sinal, mas o aparelho tem de estar apto para que realize a codificação e, mais que isso, para que ele consiga aceitar os dispositivos móveis na navegação.

A segunda razão para que se configure o roteador da TP-Link é que ele tem opções de segurança que trarão aos internautas até bloqueio se um usuário indesejado quiser estar na rede.

Quando se faz a configuração, ela não é de caráter definitivo: o painel de configuração pode ser usado quando as pessoas quiserem que qualquer item seja mudado.

Veja também:

Como é o login para o TP-Link wifi?

Diz-se que o login tem de ser colocado no painel de configuração quando o roteador abre-o. Todavia, será que todos os internautas encontram logo qual é o login em questão?

Infelizmente, muitos dos que têm os roteadores da TP-Link erram quando se trata do login porque não sabem se podem fazê-lo sozinho ou se é obrigatório que algum funcionário faça para eles.

Vai depender, na realidade, do que a etiqueta desse roteador vai mostrar e do que está determinado no manual de instruções.

Da mesma forma que há internautas que precisam solicitar ao Serviço de Atendimento ao Consumidor, alguns roteadores trazem o devido login no manual ou na sua etiqueta, além de um terceiro grupo que estabelece o nome de usuário e a senha sozinhos.

Quando a TP-Link possibilitar que o login seja estabelecido pelo seu próprio usuário, então o cuidado vai ser para que as letras sejam sempre misturadas com os algarismos, pois é assim que se obtém uma força maior para qualquer senha.

Para o nome de usuário, não é necessário que ele seja complicado: se existir uma senha, o máximo para que o nome de usuário vai servir é para identificar e nunca para conectar.

O channel também está no TP-Link wifi?

Os painéis de configuração dos roteadores têm, realmente, uma barra para o channel. O uso dela é para quando a conexão está falha, já que podem ocorrer determinadas interferências, até mesmo porque há outros roteadores.

Essas interferências são bem vistas quando se está em um prédio comercial em que há muitos roteadores e é só o usuário definir outro dentre os canais.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três − 3 =