Connect with us

IP

10.0.0.200 – Informações

Published

on

Se você procura informações para realizar a configuração do seu roteador através do IP 10.0.0.200 você está no lugar certo, mas temos que te adiantar que esse ip não funciona para logar no seu modem/roteador, ele é uma variação do gateway, número comum dos roteadores.

Esse é um endereço IP interno ou mesmo privado, com informações limitadas. Como sabemos, nem todo endereço IP possui informações sobre seus proprietários, o IP 10.0.0.200 se encaixa nessa classe de IPs. Como existem e trabalham em redes privadas, está enquadrado como privado ou reservado.

Como exemplos de Modens que utilizam esse IP temos: Cisco, Netgear, TP-Link, ASUS, D-Link, Netcomm, Zyxel, Belkin, Linksys e Edimax.

O que não quer dizer que você não possa utilizar esse endereço IP como login para o seu roteador.

O mais utilizado continua sendo o 10.0.0.1 por marcas brasileiras, veja abaixo:

Mesmo sendo muito difícil que um internauta comum consiga fazer isso, o que se usa é o IP padrão, que é um recurso de mais funcionalidades do que se pode pensar: quando se tem algum roteador para funcionar, é o IP também que vai possibilitar que as configurações dele sejam confirmadas.

Como dito, são esses endereços que fazem a configuração, mas o Internet Protocol não pode acumular essas duas utilidades: isso significa que ou o IP é útil para instalar ou ele é útil para rastrear, mas nunca é utilizável para os dois.

O 10.0.0.200, que também está em circulação pela rede, pode ser discutido como uma representação dos que são usados unicamente para os rastreamentos.

Existe um aparelho, em alguma área do mundo, que tem o 10.0.0.200 como o seu registro: se o indivíduo que está com esse aparelho cometer qualquer crime virtual, as autoridades poderão procurá-lo.

Tendo uma utilidade tão expressiva por um lado, ele é completamente inútil por outro: colocando-o como opção para as configurações dos roteadores, os usuários ficarão sem o wireless.

Veja informações sobre outros IPs:

Se o 10.0.0.200 for trocado, como se segue com a configuração?

Ao empregar algum IP substituto, os usuários apenas vão iniciar o seu navegador. Ressalta-se que não é mesmo importante não se ter conexão: ele vai ser aberto da mesma maneira e os internautas vão por nele o 192.1680.1, que é um endereço muito empregado, inclusive no mundo.

O mais relevante é que esses usuários cheguem até a área na qual estão as configurações para o wi-fi: o resto das configurações, na realidade, esses indivíduos podem até esquecer porque não são primordiais para que o roteador fique em funcionamento: elas são somente de personalização e é até recomendado que os que não entendem bem delas nem as altere.

Para determinar o wireless, esses indivíduos vão colocar um login, sendo fundamental explicar que ele não é o mesmo que os usuários vão gravar para conectar dispositivos: ele é referente apenas à página de configuração.

É assim que o roteador dessas pessoas vai ficar resguardado e não será mexido por terceiros. Se o rotador em questão apresenta, na sua caixa, qualquer login, já será muito mais fácil, com a possibilidade de esses internautas criarem também.

Chegando aos ajustes disponíveis para o wi-fi, as pessoas vão definir mais uma senha, que será, dessa vez, a da conexão, e farão o nome dessa rede. Tratando um pouco mais dessa senha, vale esclarecer que o roteador não a exige: é uma escolha de cada um dos usuários ter o seu wireless acessado por uma chave de segurança ou não.

Se a configuração for no celular, o 10.0.0.200 é indicado?

De maneira alguma se poderá configurar usando esse endereço, ainda que seja no dispositivo móvel de maior tecnologia. O que vai acontecer é que o navegador desse aparelho em questão vai acusar que não pode acessar aquele endereço.

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Tplinklogin net - Login, Painel, Senha Padrão e Definições

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *