Connect with us

IP

192.168 o 100

Published

on

192.168 o 100 é um ip comumente digitado no Google por pessoas que querem acessar o painel administrativo do roteador, contudo é uma variação errônea do ip correto.

A rede doméstica é a forma mais usual de as pessoas configurarem os roteadores, mas existem também redes que são chamadas de privadas, ou seja, são redes que são restritas.

Por causa da sua confidencialidade e do maior controle de dispositivos que ela possibilita, essa é a rede preferida das empresas: mesmo os grupos menores, como as startups, podem querer que a sua conexão seja privada.

Pois bem: para que uma configuração seja privada, é preciso usar um IP privado, tal como seria o 192.168 o 100. O “seria” deve-se ao fato de que é necessário ajustar um pouco esse IP: o certo seria 192.168.0.100.

Ele é diferente dos endereços de configuração comuns e os usuários veem, por exemplo, que o número “100” é bem maior do que o usual “1” que encerra a maioria dos IPs.

Como é que se configura o IP 192.168 o 100?

Os IPs privativos não são configurados de forma diferentes por serem de outra rede: tudo será feito da mesma forma, inclusive a senha. O IP privativo será usado como página e posto na barra de endereços, mostrando depois a parte de configurações.

Ressalta-se que os usuários precisarão ficar atentos para configurar a identificação correta da rede privativa e, com isso, permitir que os outros que estarão nela identifiquem-na.

Tratando-se da senha, não é preciso que todas as pessoas da rede privativa conheçam-na: aquele que está configurando o roteador pode ser o único a tê-la.

Por outro lado, a senha do wi-fi dessa rede, se existir, terá de ser compartilhada, a não ser que os integrantes não precisem dela por ela ser livre.

Uma vez que essa conexão será usada para o trabalho, normalmente, é interessante que os MB que são recebidos e que as configurações dessa rede sejam sempre acompanhadas.

Afinal, todos os que a usam precisam ter as suas necessidades de conexão atendidas, seja para a atividade que for.

Apesar de o trabalho ser um dos contextos onde mais se usa a rede privada e, por isso, o IP privativo, há pessoas que podem usar simplesmente porque querem que um grupo compartilhe algo.

Pessoas que estudam juntas ou que jogam juntas podem usar essas redes para compartilhar arquivos e muito mais.

Os defeitos dessa rede privativa

As redes privativas e as redes domésticas comuns podem ter exatamente os mesmos problemas quando o assunto é conexão. No geral, o que é mais reportado pelos usuários é que a conexão falha ou até que não se consegue mais usar.

Quando é apenas uma queda, pode ser melhor que o roteador seja posicionado em alguma área melhor ou que se aumentem ao MB contatando a operadora.

No caso da rede simplesmente parar de fornecer conexão, é a sua configuração que pode estar defeituosa. Assim, pode-se começar revendo a senha, estabelecendo alguma nova.

Fazendo isso, também dá para as pessoas formatarem e até para trocar o roteador que está possibilitando a rede privativa. Também pode ser interessante usar outro IP que seja privativo.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *